BLOG

Biomimética: a tecnologia da natureza

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Do grego bio (vida) e mimesis (imitação), a Biomimética estuda a natureza de forma que se analise suas estratégias. Ela analisa a natureza num geral, e tenta, a partir disso, criar tecnologias que ajudem a humanidade a progredir e a melhorar o estilo de vida, além de tentar solucionar os problema dos seres humanos.

A natureza é um fenômeno que nem sempre se é possível entender ou explicar. O que a natureza é e faz é insubstituível, e claro que se utiliza suas perfeições e seus métodos como base para criar objetos e outras coisas que facilitem e ajude na vida do ser humano.

Usos da Biomimética

Um exemplo de aplicação da Biomimétrica, é o velcro. Após estudos sobre como carrapichos grudavam no pelo de cachorro, percebeu-se que eles têm filamentos entrelaçados com pequenos ganchos nas pontas. E baseado nisso, o velcro foi criado.

As nadadeiras das baleias foi uma inspiração para renovação da geração de energia eólica.

Uma empresa Alemã criou um vidro que possuí uma fibra que reflete a luz ultravioleta (UV), sendo assim, ela se torna visível pelo pássaro, de modo que ele não colida com o vidro e acabe morrendo durante um voo.

Além disso tudo, existe também as asas dos aviões, que são inspiradas nos pássaros para continuar planando e voando.

Áreas da Biomimética

A Biomimética visa sempre a sustentabilidade, mediante isso, ela pode estar interligada a qualquer área. A natureza tem respostas e pode ajudar em diferentes questões, mas algumas que são mais comuns na utilização da Biomimética é a medicina, ciência, arquitetura, desing e engenharia.

A Biomimicry Thinking tem algumas semelhanças com o Desing Thinking. Ambos se preocupam com a necessidade de criação e/ou de uma solução. Através da Biomimicry Thinking é possível perceber que essa metodologia ajuda com que se aprenda com a natureza a como ser sustentável e regenerativa. No entanto, apesar de grande parte ser sustentável, existe algumas vertentes que não participam do processo de sustentabilidade, como o próprio velcro já mencionado. Ele pode ser feito de materiais sintéticos, que não são sustentáveis.

Sua importância na arquitetura

A partir da natureza, a arquitetura pode usá-la como base e fazer análises do ambiente natural e aplicar isso na arquitetura. Algumas obras que utilizaram esse conceito durante sua construção foram o Estádio Nacional de Pequim, e o Museu do amanhã, no Rio de Janeiro. E o exemplo mais famoso é o do Eastgate Building, que foi construído a partir de estudos sobre o funcionamento de cupinzeiros.

Mas não é necessário que se faça grandes arquiteturas para utilizar esse método. Não, na verdade, ele pode ser utilizado até no método de reaproveitamento de água da chuva.

Esse é um método que ajuda a arquitetura a ir contra a sua fama de ser um dos principais vilões do aumento da poluição. Através disso, é possível diminuir a poluição dos projetos arquitetônicos. Entretanto, é necessário investir nesses processos que auxiliam tanto o projeto como a natureza. Esse método, deve ser visto como uma forma de se preservar o que a natureza tem para nos oferecer. E claro, levar em conta a sua importância e valorizá-la.

A sabedoria que vem da natureza não para de crescer e se alinhar com as necessidades humanas. Quanto mais se estuda a natureza, mais percebe-se o quanto ela tem a ensinar e a oferecer. Preservá-la é essencial para a humanidade e para o planeta também. A observação das plantas, animais, flores e como toda a natureza funciona só influência no aumento e melhora das tecnologias que permitem facilitar a vida dos seres humanos. Além disso, a Biomimética produz uma nova perspectiva de inovação.

Fale Conosco! A Jump Label conta com uma equipe de profissionais qualificados, que buscam não apenas uma solução técnica, mas um valor atrelado e com uma implantação assertiva, focando assim em uma solução completa para seu negócio.

Fale Conosco

Nossos canais de atendimento:

Scroll Up